Quarta-feira, 10 de Agosto de 2005

Projecto de conservação atenua impacto da seca

sisão.jpg

Imagem retirada de www.naturlink.pt da autoria de Kevin Karlson

Noticia retirada da Agência Lusa

Um projecto em curso em algumas zonas do Alentejo de conservação do habitat de aves como o sisão e a abetarda, dependentes da agricultura de sequeiro, está a atenuar os impactos da seca naquelas espécies ameaçadas.

Domingos Leitão, coordenador do projecto Life Sisão, explicou hoje à Agência Lusa que os ensaios e as medidas agrícolas adoptadas nas zonas de Mourão (Évora) e Moura (Beja) "têm vindo a beneficiar o sisão e a abetarda neste período de condições ambientais extremas".

No final de 2004 e em Abril deste ano, a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) e agricultores da região semearam 133 hectares de leguminosas (luzerna, ervilha-forrageira e grão-de-bico) e protegeram 135 hectares de pousios na Zona de Protecção Especial (ZPE) de Mourão, Moura e Barrancos.

Medidas que, disse, permitiram garantir condições de alimento e refúgio aos sisões e abetardas daquela ZPE, embora, devido à seca, a área semeada e a respectiva taxa de germinação tenham sido inferiores ao esperado.

"Cerca de um quarto dos sisões utilizou as parcelas do projecto e o maior bando de abetardas da ZPE permaneceu numa das parcelas durante toda a primavera e também agora, no Verão", argumentou.

A SPEA ainda não dispõe de números concretos que confirmem a dimensão do efeito positivo do projecto, mas Domingos Leitão adiantou que as medidas agrícolas adoptadas têm-se revelado favoráveis à permanência das aves na zona.

O responsável espera que o próximo censo, a realizar no final do Verão, venha a confirmar estas indicações, contrariando potenciais efeitos adversos da situação de seca, que afecta particularmente estas aves.

O sisão e a abetarda são duas espécies de aves estepárias globalmente ameaçadas e dependem exclusivamente dos mosaicos de cereais, leguminosas e pousios da planície alentejana para a sua alimentação e nidificação.

Nos últimos 15 anos, o habitat destas espécies (planície cerealífera moldada por uma agricultura baseada em rotações longas de cultivos de sequeiro) tem sido substituído por regadio, floresta e cultivos permanentes, sem respeitar os pousios e a rotação tradicional de culturas.

Uma situação que, segundo Domingos Leitão, "tem levado a uma diminuição acelerada dos efectivos e da área de distribuição destas duas espécies".

Pela sua dependência da agricultura de sequeiro, as aves estepárias são particularmente afectadas em anos de seca, com efeitos diversos sobre as suas populações, nomeadamente alterações nos padrões migratórios, no comportamento, nas taxas de sobrevivência e no sucesso reprodutor.

Desde 2003 que a SPEA, em parceria com o Instituto de Conservação da Natureza (ICN) e associações de agricultores dos concelhos de Mourão e Moura, no âmbito do projecto Life Sisão, tem feito ensaios agrícolas para beneficiar as populações de sisão e abetardas no Alentejo.

Ensaios que, disse, "não pretendem apenas proteger as aves", mas também "incentivar métodos de exploração agrícola rentáveis para os agricultores e compatíveis com a protecção do ambiente, dos solos e da diversidade genética".

"Os resultados já obtidos e o conhecimento que irá resultar destes ensaios por mais um ano agrícola, irão permitir encontrar um modelo de gestão adequado ao desenvolvimento de uma agricultura rentável e favorável à conservação das aves", acrescentou.

Segundo o responsável, a SPEA e os agricultores locais estão "disponíveis para discutir" com o ministério da Agricultura o Plano de Desenvolvimento Rural, para o período 2007-2013, e encontrar uma solução agro-ambiental para a planície cerealífera daquela ZPE.

"Os agricultores estão sensíveis para a necessidade de protecção das aves, mas querem contrapartidas que garantam a viabilidade económica daquele que é o seu negócio", explicou.

Além dos ensaios agrícolas para beneficiar o sisão e a abetarda e manter o rendimento das explorações, o projecto, com um investimento global de um milhão de euros, inclui ainda outras acções.

Um inventário das populações de sisão nidificantes e invernantes no Alentejo, o desenvolvimento de uma campanha de sensibilização pública e a preparação de um plano de acção para o sisão no Alentejo são outras iniciativas em curso.

Fundada em 1993, a SPEA é uma Organização Não Governamental que promove o estudo e a conservação das aves em Portugal e faz parte da Bird Life International, uma aliança de organizações de conservação da natureza provenientes de mais de cem países.


Fonte Agência Lusa 10.08.05 (Noticia transcrita na integra)








publicado por cacipesca às 22:45

link do post | comentar | favorito
|

cacipesca@sapo.pt

 

à Pesca/Caça

.Pesquisar no Blog

 

.Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Posts Recentes

. Lontras na Barragem da Ma...

. CEPA - Almoço Convívio

. Festival do Peixe do Rio

. Abertura caça geral - Alv...

. Campeonato nacional Juven...

.Arquivos

.Link`s Úteis

----------------------

www.tvnatur.com

http://tvnatur.blogspot.com

----------------------

.:CAÇA

.

.:OUTROS LINK`S DE CAÇA

Benelli

Beretta

Browning

Fabarm

Armaria Alvarez

Sulbeja

Melior

 

-----------------------

.:PESCA

 

.:OUTROS LINK`S DE PESCA

Barragens

------------------------------
.:CONSERVAÇÃO/NATUREZA

 

-----------------------

.:DIVERSOS

 

-----------------------

.:Blog`s Amigos

Histórias de Caça em Portugal

Ribeira Seca

Pedro Weigand

Pesca em Revista

 

 

.últ. comentários

Tem mais beleza que a sua pergunta...quem não sabe...
Ola! Eu estava a passar ferias no Alentejo perto d...
Olá, eu gostaria de saber o que vocÊ acha dessa ca...
Olá JoãoObrigado pelo seu comentário.Gostei muito ...
Eu estive acampado na Barragem da Marateca perto d...
Boa Tarde ArturObrigado pelo seu comentário.envie-...
Boa tarde!Tenho lido o seu blog ao longo dos anos ...
Boas noites caros amigos, deixo aqui o nosso blog ...
Em Moçambique o nome do peixe é «Mussopo».Vi um pe...
Se o peixe gato do Alqueva é preto é exactamente ...

.mais comentados