Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2009

Dircurso Directo

Foi abatido o ano passado por volta desta altura perto do Escoural e pesava 103kg.

Foi um dos meus melhores lances de caça e passo a descreve-lo:
Já era a 2ª vez que via este anima,l pois já tinha ido esperar a semana anterior a este local.
No 1º dia cheguei por volta das 17h, tinha que chegar cedo porque a árvore onde me coloco fica mesmo no meio da mancha. Pedi a um amigo para me ir deixar no local e assim foi. Tive que preparar tudo em silencio porque sabia que os porcos estavam perto, assim que acabei de preparar tudo já era de noite. Passados cerca de 25min. ouvi um barulho que vinha do meu lado esquerdo, meti os binóculos à cara e vi logo o animal. O vento estava perfeito e o porco entrou descontraído. Quando achei que estava no sitio certo atirei, CLIC, tal não foi o meu espanto quando me apercebi que a espingarda não tinha disparado ( ao armar a arma fi-lo tão devagar para não fazer barulho que a bala não subiu para a camara). O porco ao ouvir o clic e parou. Eu ainda tirei o carregador, abri a colatra mas ao tentar introduzir a bala na camara esta escorregou-me da mão e fez barulho novamente. O porco que estava a uns 40m de mim arrancou a passo e rapidamente o deixei de ver no meio do mato. Não fiz mais barulho para não o assustar, sabia que ainda ai nos íamos encontrar.
Da segunda vez e só passados 3 dias, lá estava eu no mesmo local, à mesma hora. O frio era muito e passadas 4h em cima da árvore já nem sentia a ponta do nariz, que é a única parte que não consigo proteger.
Liguei ao meu amigo para me vir buscar. Assim que desliguei o telemovel voltei a ouvir um barulho, mas desta vez vinha de frente. Era um grande porco, talvez o mesmo, esperei que ele se aproximasse e disparei. FICOU SÊCO. Esperei cerca de 10m e desci da árvore. Era um belo navalheiro. Liguei a lanterna, tirei fotografias, falei ao telemovel e tal não foi o meu espanto quando volto a ouvir outro barulho. Vinha outro porco com cerca de 80kg na estrada. Voltei a atirar e lá teve que ser, sêco novamente. Foi o meu 2º doble numa espera. O meu amigo quando chegou nem queria acreditar, dois porcos. Carregamos os porcos, fomos desmancha-los e oferecidos ao pessoal ali da terra.
 

João Pedro Queiroga (Parreca)

publicado por cacipesca às 22:22

link do post | comentar | favorito
|

cacipesca@sapo.pt

 

à Pesca/Caça

.Pesquisar no Blog

 

.Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Posts Recentes

. Lontras na Barragem da Ma...

. CEPA - Almoço Convívio

. Festival do Peixe do Rio

. Abertura caça geral - Alv...

. Campeonato nacional Juven...

.Arquivos

.Link`s Úteis

----------------------

www.tvnatur.com

http://tvnatur.blogspot.com

----------------------

.:CAÇA

.

.:OUTROS LINK`S DE CAÇA

Benelli

Beretta

Browning

Fabarm

Armaria Alvarez

Sulbeja

Melior

 

-----------------------

.:PESCA

 

.:OUTROS LINK`S DE PESCA

Barragens

------------------------------
.:CONSERVAÇÃO/NATUREZA

 

-----------------------

.:DIVERSOS

 

-----------------------

.:Blog`s Amigos

Histórias de Caça em Portugal

Ribeira Seca

Pedro Weigand

Pesca em Revista

 

 

.últ. comentários

Tem mais beleza que a sua pergunta...quem não sabe...
Ola! Eu estava a passar ferias no Alentejo perto d...
Olá, eu gostaria de saber o que vocÊ acha dessa ca...
Olá JoãoObrigado pelo seu comentário.Gostei muito ...
Eu estive acampado na Barragem da Marateca perto d...
Boa Tarde ArturObrigado pelo seu comentário.envie-...
Boa tarde!Tenho lido o seu blog ao longo dos anos ...
Boas noites caros amigos, deixo aqui o nosso blog ...
Em Moçambique o nome do peixe é «Mussopo».Vi um pe...
Se o peixe gato do Alqueva é preto é exactamente ...

.mais comentados